Código de Ética do SENAI –SP

Relações éticas com clientes: alunos e empresas

- É inerente às relações do SENAI-SP, o dever de promover os princípios de justiça, dignidade humana e solidariedade, não sendo permitida a discriminação de alunos e demais clientes por motivos relacionados ao sexo e à origem;

- Deve ser preocupação permanente aumentar, de forma constante nossa credibilidade junto aos clientes, atuando no sentido de:

- o Atender com eficácia e cortesia;

- o Entregar ao cliente o que foi prometido;

- o Preservar a excelência de produtos e serviços do SENAI-SP, não fazendo diferença entre os atendimentos ressarcidos ou gratuitos;

- o Evitar que interesses pessoais ou opiniões entrem em conflito com os interesses dos clientes, mantendo relacionamento profissional, imparcial, objetivo e totalmente competente;

o Ajudar a solucionar problemas e encaminhar as solicitações e reclamações dos clientes para as áreas responsáveis;

- o Estar aberto a críticas e contribuições, na busca permanente da melhoria de qualidade de nossos produtos e serviços;

- o Estar atento às normas e aos preceitos contidos no Código de Defesa do Consumidor;

- o Estabelecer, no caso de cursos, programas ou prestação de serviços com ressarcimento, contratos objetivos, justos e com acerto prévio sobre serviços a serem executados;

- o Respeitar, entre os direitos dos clientes, a questão da privacidade, assegurando o sigilo necessário das informações confiadas à equipe das unidades SENAI-SP.

Quanto às relações com os alunos do SENAI- SP:

- Todos devem respeitar a dignidade, o valor e a individualidade de cada aluno;

- Deve-se proporcionar ao aluno um ambiente que incentive seu crescimento pessoal e profissional, criatividade e cidadania responsável;

- O educador deve adequar, sempre que possível, sua forma de ensino às condições do aluno e aos objetivos do curso, de forma a atingir o nível adequado de qualidade;

O educador deve ter consciência de ser modelo - para os alunos, responsabilizando-se por criar desafios para que se tornem ativos, curiosos e predispostos a refletir e monitorar sua própria aprendizagem;

- Deve-se reconhecer o caráter recíproco de aprendizagem entre educadores e alunos, no sentido de que seja realizada uma variedade de experiências que levem ao crescimento profissional dos educandos e, simultaneamente, à melhoria da prática de ensino oferecido;

- A avaliação do aluno deve ser efetiva, sem interferência de divergências pessoais ou ideológicas;

- Deve-se respeitar a privacidade dos alunos e manter sigilo em relação às informações pessoais consideradas confidenciais;

Quanto às relações entre alunos do SENAI- SP:

- Deve-se assegurar, sempre que possível, que as relações entre alunos sejam orientadas pelo respeito mútuo e pela consideração à dignidade do ser humano, não sendo tolerados atos ou manifestações de prepotência ou que ponham em risco a integridade física e moral de todos.

                                                   botao_voltar